Remoção do papel de parede – Várias formas, dependendo do tipo de papel de parede

Nosso expert em papel de parede usa artilharia um pouco pesada para retirar papel de parede velho. A julgar pela sua expressão facial, está no limite de suas forças. E está este belo novo papel de parede esperando para adornar as paredes!

Não tem que chegar a este extremo: com um pouco de ajuda e conselhos, não há necessidade de tentar todos os métodos estranhos e não tão maravilhosos para se livrar de revestimentos de parede velhos; na verdade, pode ser um momento bastante relaxante. Mesmo ao comprar papel de parede, deve considerar o que acarretará remover mais tarde. Com alguns truques úteis, não vai nem depender de testes especiais para avaliar será o melhor método quando eventualmente necessitar retirar o papel de parede.

Símbolos que fornecem informação quanto ao método correto de remoção
As especificações para cada papel de parede no nosso site fornecem informações quanto à sua posterior remoção. As características também são ilustradas por símbolos na etiqueta do papel de parede, que pode conferir após ter comprado e recebido o papel.

Vamos apresentar três opções possíveis e também lhe equipar com instruções que o irão ajudar a determinar facilmente qual o método a ser usado para retirar o antigo papel de parede. Além disso, pode encontrar informações detalhadas sobre os vários passos necessários para remover papéis de parede TNT e de papel no nosso artigo de instrução de papel de parede: como retirar antigo papel de parede

1. Papéis de parede que podem ser removidos sem molhar, sem vestígios (“Removível”)
Significa que pode puxar para cada comprimento de papel de parede por inteiro, sem deixar vestígios, sem ter que molhar, encrespar ou asperizar primeiro. Este é, obviamente, o método mais fácil, mas só vai funcionar se foi utilizada originalmente a cola de papel de parede correta. Basta usar o "teste de puxar" para determinar se o papel de parede pode ser removido sem molhar ou se deixa vestígios: Pegue nos cantos da faixa e puxe. Se a faixa vai saindo inteira da parede (ou pelo menos pedaços grandes), a remoção é bastante fácil.

2. Papéis de parede que precisam ser molhados antes de serem removidos (“Removível com áqua”)
Este é o método padrão para muitos tipos de papel de parede. Tanto a base como a camada decorativa têm que ser completamente embebidas, de modo a que a cola de papel de parede amacie na parede. Pode então usar uma espátula para remover o papel de parede. Se a camada decorativa é à prova de água ou lavável com água, necessita de ser encrespada ou cortada primeiro, de modo a que o líquido possa penetrar. Mais uma vez, use o "teste de puxar" para verificar como deve proceder. Caso o processo de imersão não surte o efeito desejado, necessita encrespar (asperizar) primeiro e, em seguida, mergulhar a área novamente. Se consegue em seguida remover um pequeno pedaço com uma espátula depois de uma fase de imersão curta, já sabe o que fazer…

3. Papéis de parede com 2 camadas que podem ser separados e removidos sem molhar (“Destacável”)
Papéis de parede que estão marcados em conformidade, consistem numa camada decorativa superior (por exemplo vinil) que pode ser removida sem molhar em faixas inteiras ou pedaços grandes. O material de suporte permanece na parede. Pode colocar papel de parede diretamente sobre esta camada remanescente, desde que esteja intata, não danificada e que facilmente adere à superfície. Se esse não for o caso, precisará remover o material de suporte da parede. Para fazer isso, mergulhe em água misturada com detergente líquido e em seguida, remova com a espátula. O “teste de puxar” já testado, irá revelar com que material está lidando. Pegue num canto da faixa de papel de parede e puxe da parede numa direção diagonal (isto é, em direção ao meio da faixa). A camada superior deve se separar do material base.

remover-papeis-de-parede

Pré-Colocação de papel de parede é igual a pós- Colocação de papel de parede
A fim de tornar o eventual processo de remoção o mais fácil possível, deve prestar atenção ao material, mesmo quando comprou seu novo papel de parede. Dito isto, sabemos por experiência que a escolha do papel de parede não deve ser baseada no requerido método de remoção sozinho. Afinal de contas, estamos a falar de meros minutos que serão adicionados ao processo ao serem retirados. No entanto, o design que escolher vai fazer parte da sua vida por anos. Seu motivo principal para selecionar um design de parede específico, deve ser determinado pela cor e padrão que mais gosta. Tudo o resto é secundário.

As dicas e truques que seguem irão ajudar a retirar o papel de parede mais tarde, qualquer que seja o material. Mesmo sem o teste de puxar, saberá qual o melhor processo para remover o papel de parede, mesmo que se passem anos desde a colocação do papel.

-Crie uma espécie de "livro padrão" para cada quarto com novo papel de parede. É assim que funciona: faça uma amostra de papel de parede em tamanho A4 e cole a etiqueta do rolo nessa amostra. E voilá: todos os dados necessários num só lugar. Pode depois grampear todas as páginas papel de parede individuais e armazenar o "livro" num lugar seguro.

-Se não gosta de "papelada", basta tirar uma foto do papel de parede e da etiqueta do rolo e guarde digitalmente com o nome da respetiva divisão.

-Embora signifique adicionar mais um passo ao processo de colocação de papel de parede, é recomendável aplicar primeiro um primário na parede. Para que ao remover anos mais tarde o papel de parede, seus esforços sejam recompensados.

 
 

Deixe seu comentário

 

Os campos marcados com * são necessários.