Papel de parede chinês

Mais

Os papéis de parede de estilo chinês são populares graças aos padrões intrincados, cores vivas e exotismo, podendo transformar qualquer divisão numa obra de arte com um toque de charme oriental. Mais

Filtrar
71 modelos de papel de parede encontrados
 
de a
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
71 modelos de papel de parede encontrados
Página 1 de 2
Der Artikel wurde erfolgreich hinzugefügt.
Für die Filterung wurden keine Ergebnisse gefunden!
Fotomural Azure azul Raumansicht
Fotomural Azure azul
Fotomural Azure azul
192,35 €
Fotomural Yuyuan verde Raumansicht
Fotomural Yuyuan verde
Fotomural Yuyuan verde
192,35 €
Você visualizou 60 de 71 modelos de papel de parede
Mostrar mais

Papel de parede chinês: O guia

Com a expansão colonial no final do século 17, os mercados europeus e americanos foram inundados com produtos que incluíam têxteis, porcelanas e obras de arte de países longínquos. O público ocidental teve pela primeira vez contacto com os estilos exclusivos e sofisticados do design chinês e foi amor à primeira vista. O continente foi invadido por pagodes, dragões, garças e outros padrões orientais, que foram várias vezes imitados e interpretados por olhos ocidentais para criar um estilo novo e único conhecido como "chinoiserie". Os papéis de parede de estilo chinês são ainda hoje muito utilizados na decoração de interiores, transmitindo exotismo e luxo ao misturar cores ricas e profundas com padrões detalhados. O seu encanto oriental único chega assim a espaços com decoração tradicional ou eclética.

Índice

Quais são as origens do design "chinoiserie"?

A importação de produtos e obras de arte chinesas em França, assim como no resto da Europa, desencadeou uma onda de orientalismo que influenciou profundamente a arte e o design, mantendo-se ainda relevante nos nossos dias.

Um termo francês que descreve designs inspirados na arte chinesa e asiática

Com o poder económico ocidental em expansão, os comerciantes europeus começaram a importar porcelana, seda e outros artigos de luxo chineses para a Europa, despertando um fascínio por tudo o que era oriental. Esse fenómeno atingiu o seu auge em França, onde artistas e artesãos começaram a incorporar padrões chineses nos seus trabalhos. Esta mistura de estilos orientais, interpretados sob uma perspetiva europeia, intitula-se "chinoiserie", a palavra francesa para "estilo chinês".

Está intimamente associado ao período do rococó

A popularidade da "chinoiserie" cresceu rapidamente em toda a Europa e atingiu o seu auge no século 18, durante o período rococó, que incorporou muitos padrões e temas de inspiração chinesa. Os dois estilos focavam-se no lazer e no prazer e o “rococó chinoiserie" destacou-se ao representar frequentemente pagodes, dragões e bambu, assim como paisagens e figuras chinesas. Este estilo foi popularizado em França durante o reinado de Luís XV, que era apaixonado pela cultura e a arte chinesa.

Está relacionado com o fascínio da Europa e da América pelo exotismo do oriente

Com a globalização do comércio, as classes mais altas sentiram-se fascinadas pela arte e pelos artigos de luxo asiáticos, atraídas pelo exotismo e pelo mistério dos objetos vindos do oriente. A "chinoiserie" foi uma forma de incorporar este estilo no design europeu, resultando numa interpretação ocidental da cultura chinesa, em vez de uma copia exata da sua estética. Este movimento teve uma influência significativa nas artes decorativas da época, continuando a ser um estilo popular hoje em dia, particularmente no design de interiores.

Que resultados podemos obter com papéis de parede de estilo chinês?

Por serem invulgares e extravagantes, os papéis de parede de estilo chinês são a forma perfeita de acrescentar cor a interiores minimalistas, dar um toque eclético ou proporcionar uma camada extra de luxo em estilos opulentos.

Ambientes coloridos, mas minimalistas

Os interiores minimalistas não precisam de ser monótonos. Um papel de parede de estilo chinês é excelente para acrescentar interesse visual e textura a um espaço sem o sobrecarregar. Este elemento funciona bem como ponto focal, aplicado numa parede que não tenha mobiliário ou outras distrações, mantendo o resto do design minimalista. Para evitar sobrecarregar o espaço, opte por um modelo com uma paleta de cores coerente e combine-o com peças de mobiliário simples e alguns acessórios especiais.

Espaços ecléticos que misturam estilos

Ao tirar partido da forma como a cultura contemporânea vê o design chinês, com um pé no passado e o outro no futuro, combinar um papel de parede "chinoiserie" com mobiliário moderno ou industrial permite criar ambientes ecléticos e únicos. Um design tradicional chinês com pagodes, paisagens montanhosas arrebatadoras ou elegantes garças num lago, possibilita a criação de espaços refrescantes e inesperados.

Interiores orientais e opulentos

Se está a planear incorporar um papel de parede de estilo chinês num conceito de design opulento, com inspiração exótica e oriental, escolha um modelo com um padrão intrincado e muitos detalhes. As cores vivas e profundas são um elemento básico do design chinês e, quando combinadas com detalhes metálicos, podem contribuir para criar uma atmosfera luxuosa. Para dar um toque exótico mais impactante, inclua detalhes de aspeto asiático, como vasos grandes, almofadas de seda ou um biombo de bambu.

Que compartimentos se adaptam melhor às decorações de parede inspiradas na China?

Por ser luxuoso, opulento e cativante, um papel de parede chinês pode marcar o estilo de uma sala de jantar, de um corredor ou tornar um quarto de banho verdadeiramente romântico e intimista.

Uma sala de jantar de destaque

Se quiser impressionar os seus convidados e mostrar o seu talento para misturar elementos clássicos com outros menos convencionais, crie uma atmosfera luxuosa e sofisticada com um papel de parede "chinoiserie", numa parede de destaque, com um padrão intrincado em vermelho, preto e dourado. Acrescente um candeeiro dramático ou mesmo alguns focos luminosos pendurados para aumentar o impacto visual.

Uma casa de banho íntima

Apesar de os quartos de banho serem normalmente pequenos, são um espaço essencial, onde podemos escapar do mundo por uns breves momentos e organizar os nossos pensamentos. Uma decoração de parede de inspiração chinesa vai ajudar a criar um espaço íntimo, que funciona como um elemento surpreendente, inesperado e oculto em sua casa. Aplique o papel de parede em todas as paredes para criar um ambiente verdadeiramente privado e adicione muitos espelhos para aumentar a sensação de espaço.

Um hall de entrada que impressiona

A importância do hall de entrada nunca deve ser subestimada, porque é este espaço que determina o tom para o resto da casa. O hall de entrada é a expressão dos seus gostos e não há nada melhor para uma verdadeira afirmação de estilo do que um grande papel de parede "chinoiserie". Com este elemento, a primeira impressão ao entrar em casa será impactante, particularmente se o espaço for suficientemente grande para adicionar um banco ou um par de cadeiras para receber os seus convidados.

Que temas podemos tradicionalmente encontrar nos papéis de parede chineses?

Quando os artefactos chineses chegaram inicialmente à Europa, novos padrões tornaram-se rapidamente comuns nas casas ocidentais. Séculos mais tarde, dragões, pagodes, garças e acabamentos lacados preciosos continuam a ser muito populares nos modelos decorativos de papel de parede chinês.

Dragões

Estas criaturas míticas são um dos símbolos mais marcantes do poder e força na cultura chinesa, tendo-se tornado num elemento tradicional do design “chinoiserie”. Nos papéis de parede, os dragões são muitas vezes representados como criaturas elegantes, com corpos poderosos e alongados, garras afiadas e expressões ferozes. Como os chineses consideram que os dragões trazem boa sorte e fortuna, estes animais aparecem frequentemente representados a segurar uma pérola ou uma bola que representa riqueza e prosperidade.

Pagodes

Os pagodes são um símbolo religioso importante e uma característica comum na arquitetura e nas paisagens chinesas. Estes elementos são fonte de fascínio para o público ocidental há séculos, tendo-se tornado num elemento clássico da decoração e da arte mural da “chinoiserie”. Representando a ligação entre o céu e a terra, pensa-se que o seu design único em camadas simboliza a ascensão ao divino, assim como a proteção contra os maus espíritos no Budismo.

Pássaros

A cultura e as tradições chinesas demonstram um grande respeito e cuidado com as aves. Estes animais são considerados um símbolo de boa sorte e, por isso, aparecem frequentemente representados em elementos decorativos de inspiração chinesa, incluindo papéis de parede, mobiliário, peças de cerâmica e obras de arte. Entre as aves mais populares e célebres utilizadas nas decorações de paredes podemos encontrar a fénix e as garças, ambas símbolos de longevidade e prosperidade.

Padrões geométricos

Os padrões geométricos têm sido utilizados no design tradicional chinês há milénios e a sua importância é frequentemente refletida nos papéis de parede “chinoiserie” contemporâneos. A cultura chinesa associa um significado profundo a cada elemento geométrico como, por exemplo, o quadrado, que significa a terra e é frequentemente utilizado para representar estabilidade e equilíbrio, ou o círculo, que simboliza o céu e transmite a sensação de unidade e perfeição.

Paisagens chinesas

Paisagens chinesas muito detalhadas e representando montanhas, rios e florestas tornaram-se, desde há muito tempo, num tema extremamente popular. Com uma abordagem muito diferente dos estilos de arte europeus, estas paisagens são normalmente criadas com tinta e aguarela sobre seda ou papel. Este tema causou tanto impacto no público ocidental que se tornou num elemento base de inúmeros papéis de parede “chinoiserie”, mantendo-se assim até aos nossos dias.

Acabamentos lacados

A laca é uma substância resinosa produzida a partir da seiva de algumas árvores e é um tipo de acabamento decorativo frequentemente utilizado no design chinês. Tradicionalmente, a laca é aplicada em várias camadas para criar um acabamento duradouro de alto brilho. Com os seus desenhos intrincados e cores arrojadas, este estilo decorativo altamente cativante é frequentemente associado ao luxo e à opulência. O seu aspeto e efeito são frequentemente imitados no papel de parede chinês para criar um resultado elegante e atrativo.