Papel de parede tradicional

Mais

O papel de parede em papel é respirável e promove um ambiente saudável. Feito de fibras de madeira (celulose) e papel reciclado, ele é a decoração de parede ideal, favorecendo a temperatura ambiente e a proteção ambiental.

Filtrar
296 modelos de papel de parede encontrados
 
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
296 modelos de papel de parede encontrados
Página 1 de 5
Der Artikel wurde erfolgreich hinzugefügt.
Für die Filterung wurden keine Ergebnisse gefunden!
Você visualizou 60 de 296 modelos de papel de parede

Papel de parede tradicional: O Guia

Quando o papel de parede foi inventado, ele era feito de couro, tecido e papel. O papel de parede com base em papel é um verdadeiro clássico que continua a atrair, apesar da invenção dos modelos de papel de parede TNT modernos. Como atualmente a proteção climática e ambiental está mais do que nunca na ordem do dia, os papéis de parede em papel são cada vez mais procurados devido às suas características que visam a sustentabilidade e a conservação dos recursos naturais. Eles são respiráveis e permeáveis contribuindo assim para um ambiente saudável. Além disso, a enorme variedade de estampas e motivos continua a surpreender e encantar os amantes de papéis de parede.

Índice

O que é papel de parede tradicional?

O papel de parede tradicional é composto por uma ou mais camadas de papel. A superfície / camada superior pode ser impressa, revestida ou texturizada. É feita uma distinção entre papel de parede com papel simplex, papel duplex, papel de parede com lascas de madeira (wood-chip) e papel de parede em papel para servir de base.

Papel simplex

O papel simplex é composto apenas por uma camada de papel, com ou sem madeira, com uma resistência relativamente baixa. As gramaturas deste papel variam entre 100 e 130 g/m². No caso de modelos de papel de parede de alta qualidade, o papel simplex não é tão usado. Ele é geralmente usado apenas em modelos de papel de parede muito econômicos.

Papel duplex

O papel duplex é composto por duas camadas de papel, uma camada sem madeira (polpa) e uma camada inferior contendo madeira (geralmente papel reciclado). As camadas superior e inferior são prensadas. Um adesivo à base de amido é geralmente usado neste processo. O papel duplex tem uma resistência muito maior, com gramaturas que variam entre 130 e 180 g/m².

Papel de parede com lascas de madeira

O papel de parede com lascas de madeira (wood-chip) caracteriza-se por sua superfície rugosa que resulta das aparas de madeira contidas entre três camadas de papel. Dependendo do grão da madeira, podem ser formadas texturas finas, médias ou grossas. O papel de parede com lascas de madeira pode ser pintado várias vezes. Este famoso tipo de papel de parede foi inventado em 1864 pelo farmacêutico alemão Hugo Erfurt.

Papel de parede em papel como material base

Como acontece com o material TNT, o papel pode servir apenas de base para um papel de parede. Revestimentos de plástico / PVC podem ser aplicados a essa camada base, razão pela qual esses modelos de papel de parede são conhecidos como papel de parede vinílicos. Além disso, o suporte em papel também serve de base para superfícies feitas de grama e cortiça de alta qualidade, bambu e outros materiais naturais. 

Como é produzido o papel de parede com base em papel?

O processo de produção de papel de parede tradicional inclui várias etapas. A madeira é a matéria-prima básica e o papel reciclado é adicionado no processo de produção, que consiste nas seguintes etapas: extração de celulose, formação de folhas de papel, prensagem e secagem e revestimento de superfície.

Madeira como matéria prima básica

A madeira renovável é a principal matéria-prima para a produção de papel de parede à base de papel. Os principais tipos de madeira utilizados nesse processo são as madeiras coníferas, como abeto, pinheiro e larício. Em particular na Escandinávia, a indústria florestal sustentável e controlada é voltada para a indústria de papel de parede, que atende a rigorosos requisitos ecológicos.

Papel reciclado

Para economizar energia e água na produção de papel e, ao mesmo tempo, para economizar recursos de matérias-primas, é utilizada uma determinada quantidade de papel reciclado. Nesse sentido, o papel usado é tratado (reciclagem das fibras de papel) e as fibras obtidas nesse processo são misturadas com fibras de papel novas.

Extração de celulose

A celulose é o componente mais importante das paredes celulares das plantas. Para obter celulose pura, a madeira deve ser primeiramente cortada, lixada e depois picada. Com a ajuda de processos químicos à base de sulfito e sulfato, as substâncias solúveis são separadas da celulose, para que seja possível extrair apenas fibras puras de celulose. Estas representam o material base para a produção de papel de parede tradicional.

Formação, prensagem e secagem de folhas de papel

A produção de papel de parede com base em papel é feita com máquinas específicas para papel. A celulose, as fibras de papel reciclado e os aditivos (cola, corantes) são finamente moídos, passados por água para formar uma polpa e espalhados entre duas peneiras, dando assim origem às futuras folhas de papel. À medida que a água escorre, forma-se um "composto de papel", que é então prensado com rolos. Para remover a água residual do produto intermediário, a secagem é feita com vapor quente.

Revestimento de superfície

Para melhorar a qualidade de impressão dos papéis de parede à base de papel, o acabamento da superfície é feito com tinta de revestimento que geralmente contém argila de caulim e dióxido de titânio. O papel tratado dessa maneira é conhecido como "papel revestido". Em comparação com papel não revestido, a superfície é muito mais uniforme, lisa e estável. 

Que processos de impressão são usados em papel de parede tradicional?

A aparência, o toque e a qualidade dos modelos de papel de parede com base em papel dependem do processo de impressão. Alguns dos processos de impressão tradicionais mais comuns são a rotogravura, a flexografia, a serigrafia e a impressão de superfície.

Rotogravura

O precursor da impressão em rotogravura foi a gravação em chapa de cobre, um dos processos de impressão mais antigos. A imagem impressa é gravada em baixo relevo em um cilindro. A tinta é aplicada no dispositivo de impressão depositando-se na cavidade das células. O excesso de tinta é removido. A impressão resulta da forte adesão entre papel e tinta e da alta pressão ao qual o cilindro é submetido.

Flexografia

A flexografia é um processo de impressão gráfica moderno. Uma cobertura especial feita de fotopolímero ou borracha reveste uma chapa de impressão em relevo. Um cilindro chamado anilox é usado para transferir tintas de baixa viscosidade no revestimento de borracha. Um cilindro de impressão guia o papel de parede que é prensado contra a chapa.

Serigrafia

A chapa de impressão para serigrafia rotativa é projetada como um cilindro. A faixa de papel de parede é movida sob a chapa de impressão cilíndrica. O cilindro gira em sincronia com o movimento do papel em uma determinada direção. Um rodo fixo dentro do cilindro vaza a tinta (que é continuamente bombeada para dentro do cilindro) para o papel.

Impressão de superfície

A impressão de superfície é um processo tradicional que envolve alta pressão. As tintas são unidas com cola e transferidas para a superfície do papel através de rolos com padrão feitos de madeira com feltro, borracha ou metal. Cada tinta de um padrão requer seu próprio rolo. A imagem impressa apresenta transições suaves e cores delicadamente combinadas. 

Que características distinguem o papel de parede tradicional do papel de parede TNT?

O papel de parede com base em papel é considerado ecológico, inofensivo à saúde, altamente respirável e regula a umidade. No entanto, ao contrário dos papéis de parede TNT, os papéis de parede à base de papel não são recomendados em ambientes úmidos.

Ecológico graças ao papel reciclado

Papel reciclado ou fibras recicladas são usadas na produção de papel de parede tradicional, atendendo assim aos requisitos atuais para a sustentabilidade e oferecendo características ecológicas. Mesmo quando usadas como complemento, as matérias-primas renováveis são protegidas. Outras das vantagens são a poupança de água, energia, emissões de CO2 e desperdício no processo de fabricação.

Altamente respirável

Os modelos de papel de parede feitos de papel (em todas as camadas) são respiráveis e contribuem para um ambiente agradável. Eles conseguem absorver a umidade e substâncias da atmosfera deixando-as circular livremente. Isso permite uma circulação constante e evita que microorganismos prejudiciais se acomodem ou que fungos (mofo) se formem sob o papel de parede.

Regulador de umidade

O papel de parede à base de papel absorve a umidade do ar e libera-a novamente de forma gradual. A superfície com poros abertos contribui para um clima agradável, mas condiciona também a limpeza. Geralmente, os papéis de parede com base em papel não são laváveis. Exceções: modelos de papel de parede com base em papel tratados com um revestimento plástico à prova d'água (modelos de papel de parede vinílicos).

Inofensivo à saúde

Modelos de papel puro, isto é, sem revestimentos especiais como PVC, são ótimos para quem se preocupa com a saúde. Isso acontece porque eles não contêm fibras sintéticas ou substâncias amaciantes. Por isso, o risco de alergias e as queixas de saúde são geralmente mínimas.

Menos adequado para banheiros

Como os modelos de papel de parede à base de papel absorvem a umidade, eles não são adequados para ambientes úmidos e áreas úmidas, como banheiros. A penetração da umidade, principalmente do vapor gerado durante o banho, pode fazer com que o papel de parede se descole da parede ou pode dar origem ao aparecimento de mofo. Nestes ambientes, as melhores opções são o papel de parede TNT ou o papel de parede vinílico.

Teste de resistência

Se você não tiver a certeza qual é o tipo de papel de parede que você tem, faça o teste de resistência. Rasgue um pequeno pedaço de papel de parede com cerca de 2,5 cm de comprimento. No caso do papel de parede tradicional, o rasgo é irregular e as fibras do papel são muito curtas. Por outro lado, no caso do papel de parede TNT, o rasgo apresenta fibras longas e retas que se assemelham com agulhas.

Que cola deve ser usada para papel de parede com base em papel?

Uma cola de papel de parede contendo amido ou celulose ou uma cola para papel de parede TNT podem ser usadas com o papel de parede tradicional. Os tipos de cola de papel de parede mencionados são inofensivos para o meio ambiente e para a nossa saúde.

Cola de papel com amido

Trata-se de um pó que contém amido de várias plantas (por exemplo, batatas e grãos). Quando o pó da cola é misturado com água, o volume aumenta apresentando uma consistência gelatinosa. A cola de papel contendo amido é a solução mais antiga, mas comparativamente aos tipos de cola mais modernos, sua qualidade é inferior.

Cola de papel com celulose

Para quem prefere uma solução de alta qualidade, a cola de papel contendo celulose é a cola ideal. O pó é composto por metilcelulose pura, geralmente obtida a partir de algodão. A metilcelulose pode ser misturada com água fria. A solução é límpida e incolor, de sabor e cheiro neutros, sendo inclusive utilizada na indústria alimentar. A cola requer um tempo de espera específico para se desenvolver (tempo de descanso).

Cola para papel de parede TNT

Embora esta cola em pó seja destinada ao papel de parede TNT, ela também pode ser usada com modelos à base de papel. Para isso, a quantidade recomendada de água indicada na embalagem deve ser ligeiramente ajustada. No caso do papel de parede tradicional, a mistura deve ser feita com cerca de 25% mais de água. A consistência da cola é um pouco mais fluida, pois no caso do papel de parede tradicional, é necessário respeitar um determinado tempo para impregnação da cola. 

Como colocar corretamente papel de parede tradicional?

É muito fácil colocar papel de parede tradicional. As etapas importantes são as seguintes: misturar a cola para papel de parede, aplicá-la no papel de parede, aguardar que a cola fique impregnada no papel de parede e colocar a faixa de papel de parede na parede.

Misturar a cola para papel de parede

A água e a cola em pó devem ser misturadas de acordo com as informações presentes na embalagem. A quantidade de cola necessária depende da área a ser revestida com papel de parede. O pó deve ser adicionado lentamente à água, mexendo sempre até que a cola ganhe uma consistência homogênea. O tempo de descanso necessário para a cola é de aproximadamente 15 minutos. Após esse tempo, a cola precisa ser misturada novamente.

Aplicar a cola no papel de parede

A faixa de papel de parede previamente cortada deve ser colocada "voltada para baixo" sobre a mesa em cavalete. Alternativamente, uma mesa extensível de plástico, metal ou madeira também pode ser usada. A cola deve ser aplicada de maneira generosa e uniforme com o pincel, começando a partir do centro e não esquecendo as bordas. Em seguida, as extremidades da faixa devem ser dobradas em direção ao centro. Isso evita que a cola seque muito rapidamente, principalmente nas bordas.

Tempo de espera para impregnação da cola

Indicações sobre o tempo de espera necessário para impregnação da cola podem ser encontradas na embalagem. Dependendo da temperatura do espaço, é geralmente necessário esperar entre 3 e 5 minutos para cada faixa de papel de parede, mas por vezes pode ser necessário esperar até 10 minutos. O tempo de impregnação deve ser devidamente respeitado para cada faixa.

Colocar a faixa de papel de parede na parede

A primeira faixa deve ser alinhada com um fio de prumo (previamente desenhado na parede). Após o tempo de impregnação, a faixa de papel de parede deve ser desdobrada a partir da extremidade superior e pressionada levemente contra a parede, deixando um pequeno excedente no teto. Em seguida, a extremidade inferior deve ser desdobrada e pressionada contra a parede. A escova de papel de parede serve para alisar o papel de parede desde o meio até às bordas.

Por que é tão importante respeitar tempos de espera específicos quando se usa papel de parede à base de papel?

O papel de parede à base de papel se expande durante o período de impregnação da cola, a faixa torna-se ligeiramente mais larga e mais comprida. Se o tempo de impregnação for diferente para as várias faixas de papel de parede, isso poderá dar origem ao aparecimento de vincos e emendas após a secagem, à formação de bolhas e ao desalinhamento do padrão nas bordas.

Vincos após a secagem

Se o tempo de impregnação for muito curto, a faixa de papel de parede continuará se expandindo na parede até atingir seu comprimento e largura finais. Ao secar, vincos desagradáveis aparecerão devido à contração. Esses vincos são difíceis ou impossíveis de remover posteriormente.

Emendas após a secagem

Se o tempo de espera for muito curto e a temperatura ambiente for muito alta ou se houver correntes de ar, as emendas aparecerão após a secagem. Se o papel de parede não se expandir completamente e secar mais rapidamente que a cola devido a correntes de ar ou a temperaturas acima de 18 graus, a tensão presente durante a secagem fará com que surgem emendas.

Bolhas de ar

As bolhas de ar resultam também de curtos tempos de impregnação, pois o papel de parede continua a se expandir na parede, devido às fibras de madeira presentes no papel. Se o papel de parede secar muito rapidamente por causa de altas temperaturas ou correntes de ar, o ar ficará preso, formando bolhas de ar.

Padrão desalinhado nas bordas

No caso de papel de parede estampado, se o tempo de espera for diferente para cada faixa de papel de parede, as bordas não ficarão alinhadas corretamente. As diferenças de expansão tornarão o processo de aplicação do papel de parede consideravelmente mais difícil e/ou mais longo, pois a única solução poderá ser recomeçar do zero. 

Como remover papel de parede tradicional?

O papel de parede com base em papel fica firmemente preso à superfície da parede. Para removê-lo, o papel de parede deve ser embebido com a ajuda de uma esponja ou borrifador, deixando atuar durante uns momentos antes de raspá-lo com uma espátula.

Tempo de espera necessário

Misturar detergente com água é uma solução eficaz para umedecer o papel de parede. A cola dissolve-se melhor quando é usada água morna. Como alternativa, existem vários produtos decapantes para papel de parede que são geralmente diluídos em água. O papel de parede deve ficar embebido durante cerca de 15 minutos, pois quanto melhor o líquido penetrar no papel, maiores serão os pedaços a serem removidos da parede.

Remova os pedaços de papel de parede com uma espátula

Após o tempo de espera necessário, a espátula deve ser colocada ao longo da borda da faixa de papel de parede e empurrada para debaixo dela. Idealmente, pedaços grandes podem ser raspados, às vezes consegue-se mesmo raspar uma pedaço de uma faixa inteira. Se houver camadas de papel de parede mais antigo por baixo, elas precisam ser embebidas novamente e todo o processo deve ser repetido.

Como limpar papel de parede tradicional?

Os modelos de papel de parede feitos unicamente com papel são geralmente resistentes à água, mas não são laváveis. Isso significa: evite detergentes, limpe as manchas com cuidado e use o calor para remover manchas de gordura.

Evite detergentes

No caso dos modelos de papel de parede à base de papel com superfícies permeáveis, os detergentes de limpeza não devem ser usados. Eles podem danificar ou até mesmo dissolver a superfície, manchar as cores e fazer com que elas desbotem. O detergente para a loiça também não é recomendado. Apenas é recomendado o uso de água.

Limpe as manchas com cuidado

Apenas as manchas ainda frescas e solúveis em água podem ser cuidadosamente limpas com um pano úmido. Não esfregue, pois isso irá enrugar a superfície do papel de parede tradicional e danificá-lo irreversivelmente. Se, durante a aplicação do papel de parede, saltar cola para a frente do papel de parede, esta deve ser removida imediatamente para evitar manchas permanentes.

Remova manchas de gordura com a ajuda do calor

Uma comprovada solução caseira pode ajudar a remover manchas de gordura ainda frescas. Use papel absorvente e pressione-o sobre a mancha. Passe cuidadosamente o ferro de passar sobre a mancha de gordura (calor moderado!). O calor irá dissolver a gordura, que será absorvida pelo papel absorvente.

Que fábricas de papel produzem a base em papel para fabricantes de papel de parede?

Alemanha, Finlândia e Suécia são os países líderes na produção de papel de parede. Algumas das empresas mais conhecidas são Metsä Board, Kämmerer Paper, Stora Enso Paper e Ahlstrom-Munksjö.

Metsä Board, Finlândia

O foco infalível na sustentabilidade e nas boas práticas é a imagem de marca da empresa finlandesa Metsä Board, que tem sua origem em um moinho de madeira fundado em 1868. Hoje, a empresa produz papelão de fibras frescas de alta qualidade, papel de parede, embalagens e papéis de cozinha.

Kämmerer Paper, Alemanha

A Kämmerer é um dos fabricantes mais renomados do mundo no que diz respeito a papéis especiais. É conhecido por sua busca por inovação e pela melhoria contínua. A empresa alemã orgulha-se de ter uma tradição de mais de 200 anos.

Stora Enso Paper, Suécia

A Stora Enso Paper é uma empresa sueca do setor florestal e da indústria de papel e embalagens. Foi criada em 1998 através da fusão da empresa sueca Stora (mineração e produtos florestais) e da empresa finlandesa Enso Oyj. É um dos maiores produtores mundiais de papel e polpa de celulose.

Ahlstrom-Munksjö, Finlândia

As empresas florestais Ahlstrom e Munksjö, fundadas na Finlândia no final do século XIX, se fundiram em 2017 para formar a Ahlstrom-Munksjö. É um dos líderes mundiais do mercado para soluções e materiais à base de fibras, incluindo papel para papel de parede e produtos para papel de parede TNT. Uma engenharia com processos ecológicos desempenha um papel decisivo no processo de produção.

Dicas: Ideias com papel de parede tradicional

  1. Aplicar papel de parede tradicional sobre madeira: com um papel de parede decorativo cuidadosamente escolhido, é possível dar nova vida a armários, cômodas ou telas de madeira. É importante levar em consideração que a madeira pode inchar devido à umidade presente na cola. A cola não deve ser aplicada com muita espessura. No caso de madeira fina, uma camada prévia de primer pode ser uma boa ideia. Para evitar deformações, também poderá ser útil aplicar papel de parede em ambos os lados da madeira.
  2. Aplicar papel de parede tradicional sobre um papel de parede rugoso com lascas de madeira (wood-chip): Esta não é uma boa ideia porque as aparas de madeira podem ficar visíveis no papel de parede tradicional que é mais fino ou os dois tipos de papel de parede podem descolar da parede. Por isso aqui vai a nossa dica: primeiro remova o papel de parede com aparas de madeira e prepare a superfície, depois coloque seu novo papel de parede tradicional.
  3. Papel de parede tradicional respirável no quarto: Você pode criar um quarto saudável onde o ar e a umidade podem circular livremente simplesmente usando um cativante papel de parede com base em papel. A enorme variedade de designs permite a criação de quartos barrocos opulentos, oásis orientais ou paraísos convidativos repletos de flores, para citar apenas alguns exemplos.
  4. Impermeabilização com um revestimento protetor líquido para papel de parede: Para impermeabilizar um papel de parede tradicional, a fim de protegê-lo da umidade e da sujeira, você encontra no mercado revestimentos protetores para papel de parede. É recomendável que você faça um primeiro teste em um pequeno pedaço de papel de parede para verificar a compatibilidade com seu papel de parede e com as cores impressas.